Diocese
da Campanha

/
/
/
Seminário Diocesano da Pastoral da Ecologia Integral

Seminário Diocesano da Pastoral da Ecologia Integral

capa“Tudo está interligado”
“Louvado Sejas!”

Aconteceu no dia 05 de fevereiro de 2023, no Centro Diocesano de Pastoral, em Três Corações, o Seminário Diocesano da Pastoral da Ecologia Integral, com a presença do Assessor Diocesano Diácono Sandro Araújo, Diácono Donizetti Alves Aguiar – Acompanhante Espiritual -, membros de pastorais e movimentos e o grupo de “Animadores Laudato Sí’:” André Martins, Luiz Carlos e Rosemeire Cougo da Arquidiocese de Pouso Alegre.

A pauta do seminário constou da avaliação da caminhada pastoral e das atividades realizadas durante o ano de 2.022; reflexão, partilha e sugestões para o ano de 2023; estudo e reflexão sobre a Laudato Si’ no contexto da Doutrina Social da Igreja e do Magistério do Papa Francisco; reflexão e partilhas sobre a película “A Carta,” proposta da Pastoral da Ecologia Integral e da aprovação do Calendário Diocesano para o ano de 2.023.

Diácono Sandro Araújo, que conduziu brilhantemente os trabalhos, iniciou a manhã com a Oração Cristã da Criação e um momento de espiritualidade. Em seguida, esclareceu o porquê de um seminário da Pastoral da Ecologia Integral, que de acordo ele, porque pela própria etimologia da palavra, “seminarium, -ii” que nos remete à sementeira, lugar das sementes, o objetivo principal do encontro é que muitas sementes sejam germinadas e produzam frutos nas pastorais e movimentos diocesanos e onde Deus nos plantar cada um.

O tema em debate foi contextualizado com ênfase à DSI desde o primeiro documento papal escrito por Leão XIII, a “Rerum Novarum”, passando pela Evangelii Gaudium até chegar à Encíclica Laudato Si’ do Papa Francisco, perpassando pelas questões socioambientais e pastorais.

Fazer parte da Pastoral da Ecologia Integral é um modo de ser, uma linha de vida, uma espiritualidade encarnada, numa perspectiva de conversão pessoal, que a partir da autocompreensão, do autoconhecimento e do sentimento de alteridade, chegar-se-á à conversão comunitária.

No período da tarde, a partir da película “A Carta,” seguiram-se os debates e partilhas, sobretudo sobre o que sentimos e pensamos, sobre nosso modo de vida atual, que mundo queremos e qual a medida da nossa responsabilidade no cuidado com a Casa Comum, entendendo por esse espaço onde vivemos e convivemos e nas pastorais que atuamos.

Como gesto concreto e marco desta sementeira, houve o plantio de uma muda de Ipê-rosa no jardim da entrada do Centro Diocesano de Pastoral.

Foi um dia de intensa e sólida formação, momentos fortes de espiritualidade, além de muitas partilhas em vista do fortalecimento da Pastoral da Ecologia Integral no intuito de articular e incentivar todas as pastorais no desenvolvimento de ações conjuntas nas paróquias numa perspectiva de igreja em saída e sinodal no cuidado com nossa Casa Comum, conforme nos pede o Papa Francisco.

Inspirando-nos nas linhas de orientação e ação elencados no quinto capítulo da Laudado Si’, sobretudo no tocante ao diálogo e perpassando o cerne da conversão ecológica, tais sejam, a educação e a espiritualidade ecológicas, as quais nos convida a Encíclica, Sandro propôs o debate e reflexão a partir da película “A Carta” do Papa Francisco convidando-nos à repensar sobre a importância da perseverança, da articulação e do diálogo com as forças vivas dos movimentos e pastorais da Diocese, sob a ótica de que é na sinodalidade que a Pastoral da Ecologia Integral se encontra e partilha suas esperanças e dificuldades.

O encontro foi encerrado com a oração final, bênção e envio, sendo um momento muito rico de partilha, reflexão, avaliação e planejamento. Que através do nosso Batismo e de nossa vocação, num espírito sinodal, continuemos firmes na edificação do Reino de Deus.

Faz-se importante registrar, ainda, o testemunho de André Martins, do grupo de Animadores Laudato Si’ da Arquidiocese de Pouso Alegre, uma vez que demonstra que a Pastoral da Ecologia Integral da Diocese da Campanha tem cumprido seu importante papel de inspirar, educar, formar e caminhar junto com todos, percorrendo um itinerário sinodal.

“Saímos revigorados a continuar a missão de fazer a Laudato Sí mais conhecida em toda a arquidiocese. Os desafios são grandes, pois a missão não é fácil e esses encontros nos animam a seguir em frente. Precisamos também chegar a mais pessoas. Para a Arquidiocese foi muito importante ter participando com vocês. Como falei, a Diocese da Campanha é uma grande inspiração para nós. Vamos continuar firmes com as graças de Deus.”

Que São Francisco de Assis e Santa Hildegarda nos abençoem e inspirem nossa caminhada mostrando-nos qual a medida da nossa responsabilidade no cuidado com a Casa Comum, onde vivemos, convivemos, somos e atuamos.

Sonia Montuani
Secretaria Pastoral Diocesana da Ecologia Integral

Author picture

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

https://www.facebook.com/share/p/HjPuaeUp3LorxymX/  
Inúmeras vezes o magistério da Igreja reitera a importância da oração na família e recorda como os primeiros ensinamentos