Diocese
da Campanha

/
/
/
Santa Missa e futebol marcam a festa da Padroeira do Seminário Diocesano

Santa Missa e futebol marcam a festa da Padroeira do Seminário Diocesano

IMG-20170915-WA0154O Seminário Diocesano Nossa Senhora das Dores, que compreende toda a formação presbiteral da Diocese da Campanha, viveu solenemente nesta manhã as comemorações de sua padroeira. Às 9h, no oratório do Seminário, reunimo-nos em para celebrar a Santa Missa.  Foi presidida por S. Ex.ª Revma. Dom Pedro Cunha Cruz, bispo diocesano da Campanha, e concelebrada pelos Revmos. Côn. José Douglas Baroni, vigário geral da diocese e pároco da paróquia Santa Maria de Baependi, Pe. Edson Pereira de Oliveira, reitor da comunidade filosófica e vigário da Paróquia de Santo Antônio da Campanha, os reitores das comunidades propedêutica e teológica e um significante número de padres de nossa diocese; cada um manifestando sua gratidão à nossa excelsa padroeira pela companhia em sua preparação para o ministério. Deram-nos a alegria da presença, também, religiosos e religiosas, vocacionados e paroquianos de algumas cidades, sobretudo da Campanha, cidade que abriga o querido e mais que centenário Seminário.

As comemorações continuaram quando, logo em seguida, todos nos dirigimos à quadra do Pronoama – projeto dos Irmãos do Sagrado Coração – para a esperada partida de futebol entre os times dos seminaristas e dos padres. O pontapé inicial foi dado por Dom Pedro; assim se iniciou o futebol e tivemos a satisfação de jogar e de torcer uns pelos outros, acreditando que a bola que rolava na quadra e balançava as redes estreitava ainda mais os laços já existentes e tão especiais entre nós. Isso apesar de ninguém ter pegado leve no jogo, que fechou com o placar: Padres 7 X 4 Seminaristas. Para completar a manhã festiva, almoçamos juntos, celebrando a fraternidade que nos une como irmãos, discípulos do mesmo e único Mestre, de quem recebemos por mãe e intercessora a Beatíssima Virgem Maria, mulher forte, mártir de dor e de amor, que permaneceu de pé junto à sua Cruz bendita.

Aos pés da cruz de Jesus e na companhia da Virgem Dolorosa, reafirmamos a ela nossa disposição expressa na sequência rezada hoje: “Quero ficar junto à cruz, velar contigo a Jesus, e o teu pranto enxugar.” Que ao lado da primeira cristã consigamos cada vez mais e melhor configurarmo-nos a Jesus, que nos chama a depositar nossa vida na sua Cruz e a assumir a missão de anunciar a Boa Nova do Reino, alimentando a esperança na ressurreição.

Comunicação/ Seminário Diocesano Nossa Senhora das Dores

 

Author picture

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

Nos dias 12 a 14 de julho, aconteceu em Aparecida/SP, no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida, o 8º
Inúmeras vezes o magistério da Igreja reitera a importância da oração na família e recorda como os primeiros ensinamentos