Diocese
da Campanha

/
/
REALIZADA A DEDICAÇÃO DO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DA BEATA NHÁ CHICA

REALIZADA A DEDICAÇÃO DO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DA BEATA NHÁ CHICA

WhatsApp Image 2019-12-10 at 17.12.26 1Quando faleceu em Baependi, a 14 de junho de 1895, Francisca de Paula de Jesus deixou quase concluída a capela que 30 anos antes começara a edificar em honra a sua “Sinhá”, a Imaculada Conceição. Desde então, o modesto templo tornou-se o destino da peregrinação de inúmeros fiéis, que ali acorrem incessantemente para testemunhar na vida simples de Nhá Chica que é possível responder o chamado de Deus para cada cristão: sejam santos! (cf. Mt 5, 48). Ao longo de mais de cem anos, a construção passou por profundas transformações, visando sempre a melhor acolhida dos romeiros e devotos. Permaneceu, porém, a profunda experiência do mistério da fé, que toca e transforma a vida de todos os que se achegam a este lugar santo em que repousam as relíquias da Bem-Aventurada Nhá Chica, local da oração confiante e da celebração dos sacramentos, onde os fiéis buscam com confiança a intercessão poderosa da “mãe dos pobres”.

A multidão que se reuniu na Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Beata Nhá Chica na noite de 02 dezembro de 2019 viveu, porém, uma graça especial, pois foi testemunha da Solene Dedicação deste templo à Deus e ao culto sagrado, e de sua elevação à dignidade de Santuário Diocesano, como coroamento de um cuidadoso processo de reformas, de manutenção, acessibilidade e adequação litúrgica do espaço celebrativo que agora resplandece em toda a sua beleza. A Dedicação do Altar e da Igreja, um dos mais significativos ritos de nossa tradição, ocorreu dentro da Celebração Eucarística presidida por Dom Pedro Cunha Cruz, bispo da Diocese da Campanha, e concelebrada por muitos padres do presbitério campanhense e também das dioceses circunvizinhas, com a presença de religiosas, das autoridades civis e numeroso povo da cidade de Baependi e arredores. No início da Santa Missa, depois da aspersão das paredes do templo com a água benta, foi lido o decreto com o qual se erigiu canonicamente o Santuário de Nossa Senhora da Conceição. Após a proclamação da Palavra de Deus, Dom Pedro enfatizou em sua homilia o Mistério da Igreja e o sentido da dedicação solene do templo para o culto divino. A seguir, cada momento foi acompanhado com profunda reverência, especialmente a Ladainha, a unção do altar e das paredes, a incensação e a iluminação do templo. Concluído o rito da dedicação, celebrou-se a Liturgia Eucarística, após a qual foi lida e assinada a Ata de Dedicação da Igreja e do Altar. Procedeu-se também o descerramento da placa comemorativa, que guardará para a posteridade o registro histórico deste dia.

Em suas palavras de gratidão, o Reverendíssimo Padre Noel Vítor Gonzaga, reitor do Santuário, manifestou alegria pela realização deste sonho, que um dia Nossa Senhora inspirou a Nhá Chica, e que tornou-se possível através dos devotos que acreditaram e investiram sem medo nesta causa, levada a bom termo por meio de tantos benfeitores, colaboradores e voluntários, profissionais das diversas áreas e artistas, membros da sociedade civil e do poder público. Lembrou ainda que a pobre Francisca edificou destemidamente a primitiva igrejinha “com poucos adobes, porque a Sinhá quer”, e que com poucos adobes o povo santo de Deus a fez subir aos altares, e continua a sustentar sua causa de canonização, com coragem e esperança.

Esta grande e nobre empreitada é expressão do cuidado e atenção de nossa Igreja em receber bem seus filhos e filhas, e distingue-se como um bonito sinal do zelo espiritual para com cada fiel devoto que, de longe ou de perto, refugia-se sob a proteção da luminosa discípula de Cristo, e de sua “Sinhá”, buscando as graças e bençãos do céu. O Santuário de Nossa Senhora da Conceição, agora solenemente dedicado, brilha ainda mais radiante, refletindo a Igreja Santa, sacramento de salvação para aqueles que seguem os passos de Jesus nas estradas do Reino, testemunhando seu amor misericordioso, a exemplo da Beata Nhá Chica. De junto de Deus, ela não deixará faltar as necessárias graças a todos os que levam adiante esta missão no tempo e na história, e que será finalmente consumada no dia glorioso do Senhor. Com renovado ardor e guiados por suas virtudes, nos colocamos no caminho da santidade rezando a prece, cheios de fé: agora é a ocasião, valei-nos, Senhora da Conceição!

Edson Cassiano Lopes

Seminarista da Diocese da Campanha

 

Author picture

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

Aconteceu em Belo Horizonte – MG, de 15 a 19 de julho, mais uma edição do Encontro Nacional de