Diocese
da Campanha

/
/
PARÓQUIA DE SÃO BENTO COMEMORA SEU PADROEIRO COM NOVENA E FESTIVIDADES

PARÓQUIA DE SÃO BENTO COMEMORA SEU PADROEIRO COM NOVENA E FESTIVIDADES

Sao Bento 1REZAR E TRABALHAR! TRABALHAR E REZAR! EIS A NOSSA MISSÃO! Foi com esta temática que a Paróquia de São Bento, em São Bento Abade, vivenciou mais uma novena e festa do seu Padroeiro. Entre os dias primeiro e onze de julho, data da festividade, tivemos celebrações e bênçãos diversas que muito nos ajudaram a conhecer e aprofundar mais e melhor a herança sem par deixada por este grande santo e místico da Igreja, considerado o pai do monacato no ocidente e padroeiro de toda a Europa.

Na verdade, a caminhada de fé dos fiéis da Paróquia teve início no ultimo final de semana de maio com a bênção e o envio dos coordenadores de setores, que iniciaram os Círculos Bíblicos e a visita às famílias com uma Capelinha que reproduz a fachada da Matriz e a Imagem do Senhor São Bento. Também tivemos a primeira romaria a pé em direção a cidade de São Bento Abade, por cerca de 10 quilômetros, que contou com a participação de mais de 200 romeiros, além de uma carreata na manhã do dia da sua comemoração.

Na noite do dia 11, os fiéis devotos levaram solenemente o Andor do Senhor São Bento em procissão, fazendo algumas paradas para conhecer a vida, a história e os muitos milagres atribuídos ao grande santo, exorcista e mestre compilador da regra que ainda hoje norteia a vida e o caminhar de muitas e muitas famílias religiosas. Na chegada da procissão tivemos a Santa Missa presidida por Sua Excelência Reverendíssima Dom Pedro Cunha Cruz, nosso bispo diocesano e concelebrada pelos padres Simão Stock Miguel, José Honório, Carlos Ribeiro Natali e Joaquim José Soares.

Durante a homilia, Dom Pedro revelou mais uma vez, seu profundo conhecimento e valorização da vida e do legado de São Bento para os seus contemporâneos, assim como para os cristãos de hoje. Explicou como nunca houve, para São Bento, oposição entre o binômio “Ora et Labora”, e sim um grande paralelismo. O trabalho deve ajudar-nos a orar bem, e a oração deve ajudar-nos a realizar corretamente nosso trabalho. Sem contar que o trabalho, numa concepção correta, deve tornar-se uma oração. Se a ociosidade é uma inimiga da alma, o trabalho ajuda-nos a orar.  

Pe. Joaquim José Soares – Administrador Paroquial da Paróquia de São Bento

 

Author picture

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

Nós, das Equipes de Nossa Senhora do Setor B de Três Corações/MG, participamos entre os dias 15 a 20