Diocese
da Campanha

/
/
/
Nossa Diocese da Campanha ganha mais 4 novos diáconos no Encerramento do 3°Ano Vocacional

Nossa Diocese da Campanha ganha mais 4 novos diáconos no Encerramento do 3°Ano Vocacional

capaNo último sábado (25), no Encerramento do 3° Ano Vocacional da Igreja do Brasil que teve como tema: “Vocação: Graça e Missão”, nossa Igreja Particular da Campanha ganhou mais 4 novos diáconos para o serviço do Povo de Deus (Diáconos transitórios: Bruno, Ezequiel e Maycon; Diácono permanente Eduardo), que escolheram como lema: “Pela caridade, colocai-vos a serviço uns dos outros” (Gl 5,15).

Em grau inferior da hierarquia estão os diáconos, aos quais foram impostas as mãos, não para o sacerdócio, mas para o ministério. Fortalecidos com a graça sacramental, servem o Povo de Deus, em união com o Bispo e o seu presbitério, no ministério da liturgia, da palavra e da caridade (Lumen Gentium, n.29). Nas ações litúrgica, ao diácono compete: assistir o celebrante; servir junto do altar, do livro e do cálice; dirigir a comunidade dos fiéis com oportunas monições; enunciar as intenções da oração universal.

Em sua homilia aos neo diáconos, Dom Pedro ressaltou que todos os ministérios que surgem na Igreja devem formar um único mosaico que é o rosto de Cristo e da Igreja, isto é, da cabeça e do corpo. E reiterou que o caminho que leva à glorificação passa pelo drama da Cruz. Jesus não quer para os seus discípulos e nem tão pouco para a Igreja a visão distorcida, principesca, altiva, triunfalista porque isto prejudica tanto a vida do discípulo como também a missão. (…) A Igreja não pode ser um centro empresarial, onde as pessoas estão disputando poderes e cargos como ocorre no mundo.

A autoridade de Jesus é o serviço humilde e, este serviço não pode ser elitista, profissionalista ou mesmo carreirista. (…) Somos eleitos para servir e não para dominar. Assim, nossa vida cristã e o nosso ministério devem se inspirar em Jesus, Ele é a auto referencialidade da nossa vida e de toda a missão que abraçamos na Igreja por vontade Dele. Isso significa, portanto, se inspirar na diaconia do próprio Cristo Jesus que acolhe a todos e serve a todos sem distinção. (…) A razão última do diaconado não deve ser procurada apenas no exercício externo de determinadas funções, mas na participação especial da diaconia de Cristo, afirmou o bispo.

Viver e caminhar juntos é o segredo de um ministério fecundo e feliz, mas também de toda a vocação assumida e vivida na Igreja, explicou Dom Pedro. Por isso, rezemos para que estes nossos irmãos que assumiram o ministério diaconal sejam ministros de uma Igreja que serve a todos, quebrando as barreiras que impedem a comunhão e a participação e ao mesmo tempo a missão, como nos pede o Papa Francisco neste tempo Sinodal. E, também rezemos para que, em nossa Igreja Particular, muitos possam assumir o chamado que o Senhor lhes dirige e assim nós constituamos uma Igreja cada vez mais missionária, disposta ao serviço humilde e generoso aos mais necessitados, animada a testemunhar o amor misericordioso do Cristo Servo.

 Pe. João Paulo Gonçalves de Carvalho – Pastoral da Comunicação

CONHECENDO NOSSOS DIÁCONOS

Diácono Bruno Augusto Morais Xavier, nasceu aos 15 de junho de 1994, na cidade de Varginha, mas ainda recém-nascido foi para Lambari. É filho único do casal Anselmo José Xavier e Bernadete Morais Xavier. Foi admitido ao Seminário Propedêutico São Pio X, aos 09 de fevereiro de 2014. Realizou seus estágios pastorais nas paróquias: Nossa Senhora da Conceição, Conceição do Rio Verde – MG; Nossa Senhora dos Remédios, Caxambu – MG; Sagrado Coração de Jesus, Três Corações – MG; Cristo Luz dos Povos, Varginha – MG; São Lourenço Mártir, São Lourenço – MG; Nossa Senhora da Soledade, Soledade de Minas – MG; Divino Espírito Santo, Elói Mendes – MG. Realizou estágio missionário na Paróquia Santa Cruz, na cidade de Chapada do Norte – MG, Diocese de Araçuaí – MG. Atualmente realiza sua pastoral na Paróquia Nossa Senhora das Dores, em Boa Esperança – MG.

Diácono permanente Eduardo Luiz Magalhaes Brochado, é filho de José Paulino Brochado e de Eleyda de Magalhaes Brochado, nasceu em 31 de agosto de 1960, em Belo Horizonte – MG. Tem duas irmãs: Edna Márcia e Eleida Maria. Foi batizado e recebeu sua primeira Comunhão, em Belo Horizonte. Posteriormente, sua família retornou para Caxambu, onde passou sua juventude, e foi crismado. Participou do grupo de adolescentes e jovens por aproximadamente oito anos. Em 1990, casou-se com Denise Pereira Bortone, em Baependi, onde fixou residência. Colaborou na Paróquia Santa Maria, em Baependi, em diversos movimentos e pastorais, como Renovação Carismática Católica, Pastoral Catequética, Ministério Extraordinário da Sagrada Comunhão, Associação Beneficente Nhá Chica e Conselho Administrativo Paroquial (CAP). Atualmente, serve nas celebrações das Exéquias, Pastorais do Batismo e da Saúde, Ministério dos Acólitos e na Sociedade São Vicente de Paulo.

Diácono Ezequiel Messias Silva, nascido aos 11 de abril de 1992, em Ilicínea, é filho de Maria Beatriz Pereira (in memoriam) e Antônio Messias da Silva, e possui dois irmãos. Aos 17 anos, sentiu mais forte o chamado para o discernimento vocacional. Em 2012, ingressou no Seminário Propedêutico São Pio X, em Campanha. De 2013 a 2015, cursou Filosofia, no Seminário Diocesano Nossa Senhora das Dores, em Campanha. De 2016 a 2019, cursou Teologia, na Faculdade Católica de Pouso Alegre. De 2018 a 2019, cursou Pós-graduação em Missiologia. Realizou seu Estágio Pastoral nas seguintes paróquias: em Campos Gerais, Paróquia Nossa Senhora do Carmo; em Caxambu, Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios; em Carmo de Minas, Paróquia de Nossa Senhora do Carmo; coordenou o Conselho Missionário de Seminaristas (COMISE) do Regional Leste II da CNBB, foi secretário da comissão nacional do COMISE, e também fez estágio em Varginha, Paróquia do Mártir São Sebastião. Em 2020, fez experiência missionária junto aos Padres Scalabrinianos, no trabalho de acolhida aos Migrantes, na Missão Pompéia, na cidade de Porto Alegre-RS. Em 2021, fez experiência juntos aos Agostinianos do Vicariato da Bolívia, na cidade de La Paz, no Santuário Jesús del Gran Poder. De volta à Diocese da Campanha, de fevereiro a maio de 2023, fez experiência missionária no norte de Minas, na Diocese de Araçuaí. Em seguida, colaborou na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Ilicínea, e atualmente, trabalha na Paróquia Frei Galvão, em Varginha e assumiu a função de assessor do Conselho Missionário Diocesano (COMIDI).

Diácono Maycon Lucas Dos Santos, nascido aos 29 de março de 1995, é natural de São Gonçalo do Sapucaí, Paróquia de São Gonçalo de Amarante. Seus pais são Antônio Marcos dos Santos e Nilza Moreira Santos. Maycon foi admitido no Seminário São Pio X, no dia 09 de fevereiro de 2014. Seus estágios pastorais foram realizados nas paróquias: Sagrado Coração de Jesus -Três Corações, São José- Itamonte, Nossa Senhora do Carmo – Carmo da Cachoeira, Nossa Senhora Aparecida – Varginha, Nossa Senhora das Graças – Três Pontas. Atualmente, colabora na Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Campo do Meio.

 

 

Author picture

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

https://www.facebook.com/share/p/HjPuaeUp3LorxymX/  
Inúmeras vezes o magistério da Igreja reitera a importância da oração na família e recorda como os primeiros ensinamentos