Diocese
da Campanha

/
/
/
Encontro Diocesano de Lideranças Paroquiais Espiritualidade Litúrgica

Encontro Diocesano de Lideranças Paroquiais Espiritualidade Litúrgica

capaDomingo, dia 30 de julho, a cidade da Campanha recebeu, no ginásio Fuhadão, aproximadamente 600 representantes de quase todas as paróquias da Diocese, na maioria membros dos CPPs. Um dia especial de bênçãos, que marcou o encerramento do Ano da Palavra e abertura do Ano do Pão, em observância ao nosso V Plano Diocesano de Pastoral.

Já na chegada das lideranças paroquiais, uma recepção calorosa, ao ar livre, fez com que nos sentíssemos acolhidos e queridos. Logo em seguida, o ponto mais alto do dia: uma linda Celebração Eucarística, presidida pelo nosso bispo diocesano, Dom Pedro, concelebrada com Pe. Jean Steferson Pereira, Coordenador de Pastoral da Diocese, e com Dom Armando Bucciol, Bispo Emérito de Livramento de Nossa Senhora – BA, ex-presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB, que foi o nosso palestrante. Essa Missa, além de nos encher de alegria e vigor, foi uma verdadeira aula de liturgia, ao se observar o cuidado com cada ação litúrgica, os cantos, ambiente, organização, carinho e respeito ao sagrado.

Aliás, essa organização e carinho pôde ser observada durante todo o encontro, desde os pequenos detalhes, até os mais complexos, como de servir um delicioso almoço e fartos cafezinhos para centenas de pessoas, em poucos minutos. Creio que todos os presentes gostariam de agradecer e cumprimentar toda a equipe de coordenação e apoio, especialmente aos voluntários da Paróquia de Santo Antônio, de Campanha.

Quanto ao conteúdo, Dom Armando se mostrou bem acessível, conduziu o dia com um sorriso no rosto e leveza no coração, o que deu ao encontro um clima muito agradável. Embasou sua fala em diversos textos bíblicos e de documentos da Igreja, como no Sacrosanctum Concilium, Evangelii Gaudium, Instrução Geral do Missal Romano, Documento de Aparecida e, com uma ênfase, na Carta Apostólica Desiderio Desideravi, escrita pelo Papa Francisco há um ano.

Algumas pérolas para relembrarmos a riqueza do conteúdo apresentado:

“A Sagrada Liturgia não esgota toda a ação da Igreja; com efeito, antes que os homens possam achegar-se à liturgia, é necessário que sejam chamados à fé e à conversão” (SC 9); “A vida espiritual não se limita unicamente à participação na Sagrada liturgia” (SC 12). Mas ela é “a primeira e necessária fonte, da qual os fiéis podem haurir o espírito genuinamente cristão” (SC 14).

“Assim como não se põe o incenso em carvão apagado, não adianta a celebração litúrgica sem uma verdadeira oração individual. O desejo espiritual é como o fogo, a oração individual faz a pessoa se abrasar nesse fogo. Então, quando as brasas estão acesas, se põe o incenso da liturgia e se realiza a oração comunitária” (São João Crisóstomo); “Nosso Deus é um Deus do diálogo. Nossa liturgia não é apenas receber uma revelação divina, mas uma partilha” (Dom Armando); “Missão da catequese: passar aos catequizandos a experiência de conhecer, amar e seguir Jesus” (Dom Armando).

Embora não tenha sido esse o foco do encontro, Dom Armando ainda nos alertou de alguns cuidados básicos nas celebrações: com a altura do som; com a acolhida; com o ritmo mais lento ao se proclamar a Palavra de Deus; com a escolha das músicas com letras litúrgicas; com a participação da comunidade nos cantos (deveria ser esse o objetivo dos ministérios de músicas); com os excessos de movimentos no altar e do uso de ferramentas como o folheto e o datashow, para não tirar a atenção da assembleia ao altar, ao ambão e ao celebrante.

Foi um domingo abençoado e muito proveitoso. Que o Espírito Santo ilumine todas as paróquias a aspirar em suas comunidades o sonho do Papa Francisco: “uma opção missionária capaz de transformar tudo, para que os costumes, os estilos, os horários, a linguagem e toda a estrutura eclesial se tornem um canal proporcionado mais à evangelização do mundo atual que à autopreservação” (Evangelii Gaudium, 27).

Luís Fernando Lopes Barros, membro do GRADI

Author picture

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

Nos dias 12 a 14 de julho, aconteceu em Aparecida/SP, no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida, o 8º
Inúmeras vezes o magistério da Igreja reitera a importância da oração na família e recorda como os primeiros ensinamentos