Diocese
da Campanha

/
/
/
PASTORAL DA SAÚDE REALIZA SEMINÁRIO DIOCESANO

PASTORAL DA SAÚDE REALIZA SEMINÁRIO DIOCESANO

Pastoral da saude 1Nesse último sábado, dia vinte e um, sob a proteção de Santa Terezinha, no seu Centro Pastoral, em Lambari-MG, ocorreu o Seminário Diocesano de Pastoral da Saúde com o tema “Agente de Pastoral: Sal e luz na superação da violência no mundo da saúde”. O encontro contou com a participação superior a cem agentes de diversas cidades da nossa diocese.

A primeira atividade do dia consistiu na acolhida e oração inicial conduzida pelo Pe. Marcos Antônio Menezes Thomaz, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Saúde em Lambari-MG, que conduziu os participantes a uma profunda reflexão a respeito da importância de sermos sal e luz no mundo da saúde.

A primeira palestra foi proferida pelo professor Wagner Tadeu Alves, coordenador paroquial de liturgia em Lambari-MG e membro do GRADI – Grupo de Assessores Diocesano, carregando como tema “Violência e Saúde: Superando o paradigma dominante”. Nela, foi tratado sobre a violência como problema social enraizado no tecido das relações humanas, chamando a atenção para a necessidade de ultrapassar a cultura da violência em favor de uma cultura fraterna, conforme nos direcionou a Campanha da Fraternidade de 2018. Fomos, ainda, convocados a não reforçar na ação pastoral, comportamentos violentos, especialmente na realidade da Pastoral da Saúde.

A palestra seguinte contou com a interação entre o Movimento de Fé e Política e a Pastoral da Saúde, o tema tratado foi “O Agente de Pastoral e a dimensão político-institucional na Saúde” ministrado por Jacqueline de Souza Moreira, assistente social do município de Varginha e coordenadora diocesana do Movimento Fé e Política. Esse momento suscitou a nossa reflexão para a presença da política na vida humana e cobrou a responsabilidade para evitar o aumento das formas de violência, especialmente a partir da negligência da política, tomada como ferramenta de construção do bem comum. Construímos uma grande oportunidade de análise da realidade dos municípios presentes frente à necessidade de lutarmos para construção de cenários mais humanos, para tanto foi realizada a leitura da carta da 56ª Assembleia Geral da CNBB “Eleições 2018: Compromisso com a esperança” escrita pelos bispos do Brasil, nela, somos convocados a reforçar nossa luz e sabor no mundo da saúde.

Após o almoço foi realizada uma apresentação de teatro pelos jovens de Lambari-MG que nos motivou a aprofundar sobre a presença da violência no cotidiano do trabalho pastoral. Em seguida, tendo por base as palestras anteriores e os elementos trazidos pela apresentação teatral, realizou-se a atividade “Caminhos para superação da violência”; foram divididos grupos que olharam para a própria realidade e apresentaram formas concretas de superar a violência encontrada direta ou indiretamente no agir da Pastoral da Saúde. Reforçamos, ainda, a nossa negativa para continuar e/ou contribuir com os hábitos da cultura violenta que destrói o próximo e a nós mesmos.

O encontro foi encerrado com a celebração da Santa Missa presidida pelo Pe. Thiago de São José Guimarães, Assessor da Pastoral da Saúde, que incentivou a busca constante de fazer um trabalho pastoral inspirado no Cristo, Bom Pastor, responsável por construir ações dedicadas de coração para nossos irmãos, especialmente os(as) enfermos(as). Para isso se faz necessário sempre a aproximação do agente com o seu Pastor, ao ouví-lo, somos convidados a nos colocar sempre a serviço.

Reforçamos o pedido para que as paróquias que ainda não contam com a Pastoral da Saúde procurem a coordenação diocesana e façam essa experiência de amor e agradecemos a todos(as) que participaram desse momento de formação espiritual e pastoral.

Nossa Senhora da Saúde, rogai por nós!

Leonardo de Sousa Zaro, vice coordenador diocesano da Pastoral da Saúde

 

Author picture

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

Entre os dias 15 e 18 de julho aconteceu em Belo Horizonte/MG, o 7° Encontro de Formação Litúrgica para