Diocese
da Campanha

/
/
/
Nota de falecimento do Padre Hilário Henrique Dick

Nota de falecimento do Padre Hilário Henrique Dick

2-editNossa Diocese da Campanha recebeu, neste dia 3 de março de 2020, a notícia do falecimento do querido jesuíta e incansável assessor da Juventude, Padre Hilário Henrique Dick, gaúcho de Santa Cruz do Sul (RS).

Conhecemos Padre Hilário numa feliz oportunidade em que veio assessorar a última etapa do CURFAP – Curso de Formação de Agendes de Pastoral da Juventude – da nossa Diocese, em 2008. Sua presença no meio dos jovens foi tão marcante que ele esteve novamente, em 2009, assessorando o mesmo curso e também a Escola Diocesana de Assessores, cuja proposta de execução tinha sido feita pelo próprio padre.

Sua presença marcante e seu carinho por todos os jovens que tiveram a grata alegria de conviver com ele fez com que sua passagem por aqui fosse mais que uma simples formação, foi um encontro de uma juventude sedenta e de um pai-pastor apaixonado. Por isso, depois de sua primeira visita, Padre Hilário nos mandou um e-mail com suas considerações. Pediu que o mesmo fosse enviado para os jovens presentes na ocasião e, todos, se emocionaram com suas palavras. Eis alguns trechos:

“Para chegar em Três Corações se leva muito tempo… É longe. Por outro lado, encontrar o pessoal de lá, é uma experiência mineira, isto é, uma coisa de Deus. Quero dizer algumas pequenas coisas:

  1. Encontrar um grupo, depois de cinco etapas, com a disposição que encontrei alegra o coração de qualquer um. Falei o que consegui falar e houve momentos em que senti que o pessoal estava completando meu pensamento.
  2. Nem conheci bem o pessoal da coordenação, mas a cerimônia de “formatura” deixou ver que havia planejamento, união, vontade de pensar coisas novas, gana de prosseguir. Um abraço para cada um/a. Uma boa coordenação é o retrato da PJ da região e diocese. Andar com o fusca (que não é da PJ, mas do pai de um pejoteiro) fez-me voltar aos tempos em que, no Rio de Janeiro, andei visitando (de fusca) os grupos dispersos nas diferentes zonas (é assim que eles chamavam as foranias). Um fusca faz milagres.
  3. Sempre dói o coração da gente quando percebemos que falta essa e aquela forania, essa e aquela paróquia. É hora de ressuscitar em nós o espírito missionário. Ir para as bases; procurar ter mel nas palavras e atitudes para uma juventude que nem sabe o tamanho da fome que tem das coisas de Deus. Quando falo que o/a jovem é coisa de Deus sempre me convenço mais que estou dizendo algo muito profundo. Deixem Deus trabalhar na vida de vocês!
  4. Fiquei impressionado com as liturgias de vocês. Ouvindo os sons e as vozes e as afinações, como teria sido bom as comunidades verem e ouvirem o que vi e ouvi. Até misturar riso com reza… Atrás das lágrimas podem esconder-se alegrias de descobertas profundas. Garanto que vocês não vão esquecer meu gregoriano desafinado: “Celebrar a Eucaristia é comer e beber a nossa utopia”…
  5. Sei que fiz pouco, mas o que fiz foi com vontade de fazer o coração de vocês crescer e deixar marcas gritando para todos e todas que a juventude é o sacramento da novidade, que a juventude é uma realidade teológica, que todos sonhamos com uma formação integral, que temos vontade sermos mais bíblicos, mais litúrgicos e, por isso mesmo, mais políticos. Um abraço bem forte para todos. Abracem a vida linda que Deus sonhou para cada um/a. Saudações e abraços a todos/as.Com minha bênção,P. Hilário Dick S.J”.

Nossa Diocese da Campanha se une à Congregação dos Jesuitas e a todos os jovens do Brasil neste momento de despedida e de saudade, mas, sobretudo, de esperança e ressurreição. Obrigado padre Hilário Dick por passar pela nossa juventude fazendo o bem e gritando a todos queo Divino se faz presente no jovem.

Pe. Jean Steferson Pereira

 

 

Author picture

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

Entre os dias 15 e 18 de julho aconteceu em Belo Horizonte/MG, o 7° Encontro de Formação Litúrgica para