Diocese
da Campanha

/
/
/
Em nome do Deus Criador: NÃO PONHAM FOGO NA CRIAÇÃO!

Em nome do Deus Criador: NÃO PONHAM FOGO NA CRIAÇÃO!

WhatsApp Image 2020-09-12 at 13.21.55Enquanto o Papa Francisco e os líderes das Igrejas do Oriente envidam enormes esforços para que se celebre o Tempo da Criação (de 1º/09 a 04/10) a fim de unir os irmãos e irmãs da família ecumênica em oração e ação pela nossa casa comum, tomando consciência de que a Terra não é inesgotável em seus recursos, mas precisa de um urgente freio no impulso extrativista para regenerar – quanto possível – a sua saúde, infelizmente vemos no Brasil os nossos principais biomas arderem em queimadas criminosas, motivadas pelo impulso desenfreado de consumo e produção, próprios do império do capital e do culto idolátrico do mercado.

Não sem reais motivos, o grito dos excluídos que se fez ouvir por vias digitais no último dia 7 de setembro, dizia: “Vida em primeiro lugar!”

Não bastasse esse vírus destruidor – que há mais de 150 dias nos coloca num ritmo de vida diverso do habitual, impedindo-nos até mesmo a prática religiosa comunitária, que já ceifou mais 130 mil vidas no Brasil, que mantém em estado de alerta um sistema sanitário já extenuado em suas forças – ser um vírus respiratório que nos impõem cuidados e incômodos como o necessário uso de máscaras e a higienização frenética das mãos antes de acessar as vias aéreas/respiratórias, temos ainda que suportar a fumaça das queimadas: umas criminosas, outras irresponsáveis, outras ainda por simples diversão, todas porém destrutivas não só da vida do planeta, nossa casa comum, mas também da nossa vida humana e pessoal que depende absolutamente do oxigênio e se fragiliza pelo excesso de gás carbônico, que invade nossas casas, uma vez que as queimadas não ocorrem somente a Amazônia, no Cerrado ou no Pantanal, mas em nossas cidades e campos, nos terrenos vizinhos, nas beiras de estrada e no entorno das nossas cidades, aliando muitas vezes o descaso do poder público na manutenção das capinas, com a irresponsabilidade de jogar ma bituca de cigarro pela janela do carro ou ainda a ganância daqueles que querem “limpar” seus pastos e terrenos da forma mais barata e econômica.

Em nome do Deus Criador, nós vos imploramos: NÃO PONHAM FOGO NA CRIAÇÃO! A terra sobreviveria sem o ser humano, mas nós humanos não sobreviveremos sem a Terra. Com a nossa irresponsabilidade colocamos em risco a vida da nossa e das futuras gerações. E também vos exortamos: este pecado ecológico não ficará impune diante de Deus como tem ficado diante da justiça dos homens.

“Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!”

Pe. Jean Poul Hansen, Coordenador Diocesano de Pastoral

 

Author picture

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

https://www.facebook.com/share/p/HjPuaeUp3LorxymX/  
Inúmeras vezes o magistério da Igreja reitera a importância da oração na família e recorda como os primeiros ensinamentos