Diocese
da Campanha

/
/
/
CENTRO SOCIAL SÃO JOSÉ DE NEPOMUCENO RECEBE RECURSOS DO FUNDO NACIONAL DE SOLIDARIEDADE

CENTRO SOCIAL SÃO JOSÉ DE NEPOMUCENO RECEBE RECURSOS DO FUNDO NACIONAL DE SOLIDARIEDADE

20220906 122334 1Com o coração agradecido, primeiramente a Deus e a nossa Diocese, através de nosso Bispo Dom Pedro e outros envolvidos, por termos tido a oportunidade de participar do Cadastro ao Fundo Nacional de Solidariedade, fruto este da Campanha da Fraternidade 2022, cujo Tema ainda em foco “!Fraternidade e Educação”, e mais agradecidos ainda, por termos sido beneficiados através das análises de Entidades a nível nacional, especificando, nosso Setor e recebido o recurso concedido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, representada pelo Secretário Geral, Dom Joel Portela Amado.

Como surgiu essa oportunidade? Desde 2020 estávamos para acolher o Edital, porém com a pandemia, não nos foi possível. Este ano, em sintonia com o site da CNBB, ficamos atentos ao Edital e tão logo ele foi colocado, começamos a tramitação das providências e cadastro.

Diante de muitas questões, comunicações e ajudas de pessoas que apoiam o nosso trabalho – Creche e Educação Infantil, no atendimento a 70 crianças vulneráveis (de 6 meses a 4 anos) vindas de famílias das zonas periféricas e de risco de nossa Comunidade, que necessitam de nosso acompanhamento para o seu desenvolvimento integral, construímos nosso projeto com o título de “CRIANÇA FELIZ”, apresentando e justificando nossa necessidade urgente e nas mãos de São José, nosso protetor, aguardamos ansiosos o resultado das análises.

E ela chegou!!! Que benção! Tão logo, iremos começar a reforma de nossos banheiros, para nos adequar às exigências da Vigilância Sanitária, conforme orientação do Engenheiro que nos acompanha.

Louvado Seja o Senhor!

Ir. Maria José Pedroso FSJ

 

Author picture

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

Nos dias 12 a 14 de julho, aconteceu em Aparecida/SP, no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida, o 8º
Inúmeras vezes o magistério da Igreja reitera a importância da oração na família e recorda como os primeiros ensinamentos