Diocese
da Campanha

/
/
CELEBRAÇAO DA PORTA SANTA

CELEBRAÇAO DA PORTA SANTA

 

A Porta Santa representa Cristo, pois ninguém tem acesso ao Pai, senão por Ele mesmo. “Eu sou a videira; quem entra por mim, será salvo” (Jo, 10-9). Com o Jubileu da Misericórdia, o Papa Francisco coloca no centro das atividades, o Deus misericordioso que nos convida a voltarmos a Ele, vivê-lo e levá-lo aos diferentes ambientes sociais. O Papa Francisco nos convida à prática das obras da Misericórdia, a uma conversão e mudança de vida.

 

A Cerimônia teve início na Igreja São José, onde Dom Pedro Cunha Cruz, falou da misericórdia Divina, lembrando-nos do perdão do Pai ao filho pródigo e da bondade de Deus, que é sempre misericordioso. Em seguida, saiu-se em procissão rumo à Basílica, quando Dom Pedro presidiu uma breve cerimônia que precedeu a abertura da Porta Santa. Após o rito de aspersão com água benta, ato de memória de nosso batismo, deu-se a abertura da Porta Santa da Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores, onde os fiéis poderão lucrar indulgências durante o ano da Misericórdia, que vai até o dia 20 de novembro de 2016.

 

Em seguida, os fiéis assistiram à Santa Missa e, na homilia Dom Pedro Cunha Cruz nos falou deste domingo da alegria e da importância de prepararmos nosso coração para o Natal, não para este Natal midiático, mas sim o verdadeiro Natal, disse ainda, que passar pela Porta Santa, a Porta do Perdão, significa abrir, escancarar nosso coração para a beleza desse amor, dessa dádiva de Deus, que vem nos restaurar.

 

Padre Geraldo Inácio agradeceu a presença de Dom Pedro, que agora nos visita como Bispo da Diocese da Campanha.

 

Que este jubileu seja a abertura da porta de nossos corações para a penitência e, por conseguinte, abertura para também aprendermos a perdoar.

 

Esta celebração também marcou o envio dos Seminaristas Diocesanos, missionários, promoverão a Semana Missionária, que acontece de 13 a 18 de dezembro.

 

 

PASCOM- Nossa Senhora das Dores

Boa Esperança

 

 

Oração antes da abertura da  porta,

 

Oremos:

Nós vos bendizemos Senhor, Pai santo,

Que enviaste o vosso Filho ao mundo

Para que, pelo seu sangue derramado,

Os homens, dispersos pela força desagregadora do pecado,

Se reúnam num só redil, do qual Ele é o pastor e a porta:

Quem entrar por ela será salvo,

Podendo entrar e sair

E encontrar pastagem abundante.

Nós vos suplicamos Senhor,

Que os vossos fiéis que entrarem por esta porta,

Por meio de Jesus Cristo, vosso Filho,

Possam experimentar, ó Pai, a vossa misericórdia.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

 

 

admin

admin

Compartilhar:

Categorias:

Diocese

Formações

Leia Também

Entre os dias 15 e 18 de julho aconteceu em Belo Horizonte/MG, o 7° Encontro de Formação Litúrgica para